National Geographic dedica a sua capa a menina transexual

National Geographic dedica a sua capa a menina transexual

National Geographic lançado em Janeiro de 2017, terá como capa a primeira menina transexual.
O seu nome é Jackon Avery e tem nove anos de idade, ela está inserida no tema que irá ser abordado pela NAtional Geografic sobre a “revolução de Género”.
Jackon Avery foi contratado para documentar toda a sua transição e documentar a mesma através do Youtube, que é uma prática comum entre as pessoas trans.
Avery não só surpreende pela sua tenra idade como pela sua maturidade demonstrada.
Esta edição pretende mostrar e reunir as diferentes características que estão envolvidas na vida de uma pessoa transexual, caraterísticas essas são determinantes:
  • Cultura
  • Sociais
  • Biológica
  • Emocionais
  • Pessoais.
A equipe envolvida tem uma história real, longe das celebridades.
Eles dizem que é importante compreender as vidas de pessoas reais que enfrentam uma luta diária contra a sociedade.
A capa de revista é uma imagem de Avery, tirada por Robin Hammond, acompanhada da seguinte citação:

“A melhor coisa sobre ser uma menina é que agora eu tenho que fingir ser um menino.”

 National Geographic acredita que é o momento certo para apoiar esta comunidade agora, porque, além de a revista de Janeiro, a 06 de fevereiro vai estrear um documentário intitulado “Revolução de Género: Uma viagem com Katie Couric.”
 


Veja também:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *